segunda-feira, 27 de setembro de 2010

tempos de crise...

Duas canções para vocês...

Já há muito tempo que aqui queria postar esta multifacetada artista nacional!
Conhecida do grande publico por ter cantado a canção "remédio santo", com dois jovens participantes num concurso da TVI - "Uma canção para ti", Marta Plantier, é uma cantora extraordinária que canta qualquer coisa em qualquer estilo, magnificamente bem! A confirma-lo estão estas duas versões...

domingo, 26 de setembro de 2010

Busca


Tenho buscado....
Tão pouco encontrado...
Oh!! paz por onde andas??
Como te encontro?
-Estas aí sua desgraçada?
Sempre a se esconder
A Procura condenada
Incessante
Eterna
E eu procuro
Busco
e...



Dedicatórias aos amigos! Deixe aqui a sua...

aqui falei deles, dos The Wave Pictures!

Vão-me com certeza desculpar, mas como ando viciado nas suas músicas, este fim de semana, deixo-vos no Conclave esta maravilhosa, fantástica, deliciosa, e todos os restantes adjectivos (bons) que poderia encontrar para descrever esta música...."Sweetheart"!

Particularizando esta dedicatória, ofereço esta musica é nossa dEUSA Ângela, que se encontra neste momento em estado de negação... relativamente ao seu romantismo! LOL

sábado, 25 de setembro de 2010

Barcelona Barcelona...

Bem, Barcelona é uma cidade de muitos encantos... A arquitectura, as pessoas, os pequenos espectáculos a cada esquina que nos fazem prender e esvaziar os bolsos... Foi num desses pequenos espectáculos que colei completamente, a certa altura de pequeno já nada tinha, montes e montes de gente parava, cantava e dançava como se fosse uma banda mundialmente conhecida... Aqui fica um pequeno clipe dos MICROGUAGUA com uma sonoridade muito agradável...



Uma homenagem aos artistas de rua, que só aí conseguem dividir connosco a sua arte e que o fazem com enorme prazer...

A minha critica de fim de semana é esta!... e a tua, qual é?

Com o título homónimo, acaba de chegar ao mercado discográfico o primeiro álbum da banda "Caruma"!

O grupo liderado pelo ex-silence 4, Rui Costa, à primeira vista (ou audição) remeteu-me para um mundo "Virgem Suta" ou dos "Deolinda", ou seja, para o mundo da boémia!
Mas, quando ouvi com mais atenção, uma segunda e terceira vez as suas canções, a ideia com que fiquei foi que os "Caruma" são muito mais que isso! Poderão vir ser, quanto a mim, os responsáveis pelo reaparecimento de uma nova vaga de musica de intervenção, há muito adormecida!
Possuindo um elevado cariz politico e (anti)social, as suas letras traduzem já uma maturidade que vai muito para além da galhofa! Os "Caruma", que representam a geração desconsolada à espera de uma alternativa, poderão vir a ser a nova imagem da resistência politica em Portugal! A ver vamos...
Gostei Muito!

A minha Nota Final: 6 (escala de 0 a 10)

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Poesia e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém... V

Box of Beliefs

It’s all so quiet and so cold

Even your breath isn’t warm this night…

Even the stars above this old place

Are not so shining and bright.

I can’t feel your hand close to mine

And it’s weird, ‘cause I used to feel it every time.

And tonight, that old lady in the corner

Didn’t wait for us like yesterday…

She turned off the lights sooner

And now I can’t see your face…

And the child who used to play in this garden…

Where did he go?

And the song his mum sings to him…

Why can’t I listen to it?

It’s all so quiet and so cold

I’m just so scared

That I’m not sure if I’m really here…

It’s all so quiet and so cold.

Suddenly I only can remember that sound…

The sound of my tiny box touching the ground…

Please forgive me!

I swear I didn’t know this could happen…

Please give me back your smile

And the brightness of those stars

And I promise you:

I will never let it fall down again!

I will never let the box drop again…

My little box of beliefs…

A.R.

Astor Piazzolla - Libertango

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Romantismo masculino I

video

As insónias de Hitler


Detalhes por J^^h Dagort

"...And my spirit is crying for leaving..." Stairway to Heaven - Led Zeppelin


quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Musicas da minha vida...

Agradavelmente, quis o destino colocar no caminho do meu irmão, do meio, em 1980, o álbum "Organisation" que continha o estrondoso sucesso musical da década "Enola Gay", ainda em vinil!
E por arrasto, quis igualmente o destino que eu, por influência deste, ainda criança, crescesse maravilhado a ouvir os novos sons que começavam a surgir em Portugal vindos da Inglaterra. Neste caso, as saudosas musicas dos OMD!

Os OMD (Orchestral Manouvers in the Dark), que não gravavam desde 1996, rescucitaram 14 anos depois para lançar (em 20/09) o seu mais recente trabalho: "History of Modern"!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Sementes no gelo - André Vianco

Afinal, o que acontece com a alma dos embriões congelados?
Você já pensou nisso antes?
Vianco pensou e registrou em uma maravilhosa obra de leitura rápida, envolvente e hipnótica.



segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Como tudo na vida... Valeu a pena!

Passados 30 anos sob a formação do grupo, e quase 20 anos (19-02-1991) sob o lançamento de "Losing My Religion" (o primeiro single do seu sétimo álbum "Out of Time"), os R.E.M. estão de parabéns!
Assim, e por motivos que para aqui não interessam nada, quero partilhar com vocês aquela que foi, sem dúvida alguma, a musica deles que mais marcou a minha adolescência...

domingo, 19 de setembro de 2010

A Arvore da Vida! Um documentário a não perder!

Este sábado a Sic transmitiu à hora de almoço um documentário verdadeiramente fascinante! Possivelmente o melhor dos documentários que já vi até hoje!!
Tendo como tema central "A Origem das espécies", onde Charles Darwin consagra os princípios universais da competição entre as espécies e da selecção natural, o conhecidissimo produtor, realizador e apresentador (e mais alguma coisa) da BBC, Sir David Attenborough, aquele dos famosos documentários da vida selvagem Life, consegue (como sempre) explicar, neste documentário, a evolução das espécies segundo Darwin de uma forma verdadeiramente surpreendente!
Neste documentário com o nome em Português "de Darwin e a Árvore da Vida", Sir David Attenborough, para nos explicar aquilo que à primeira vista nos poderia parecer incompreensivel por nos parecer demasiado cientifico e complexo usa a sua formula infalível de sucesso que ainda hoje faz dele um ícone da TV mundial... a simplicidade da explicação!
Assim, deixo-vos aqui aquela que considero ser a parte mais fascinante deste documentário, a parte onde ele nos explica a genese da vida (segundo Darwin): como tudo começou e como evoluiu até aos nossos dias...neste planeta!

Para ter uma ideia mais exacta daquilo que vos quero transmitir (e talvez não esteja a conseguir) aconselho um clique aqui!

sábado, 18 de setembro de 2010

Os anos passam


A banda que valerá a pena seguir nos próximos tempos!

O revivalismo dos anos 60 e 70´s está a chegar, vai durar, e dar muito que ouvir!

Com um estilo muito próximo das bandas dessa época, os "Band of Horses" (comparados por muitos aos The National e Arcade Fire), são fruto disso mesmo; uma banda melodiosa, possuidora de uma incrível voz celestial que nos transporta, sem dúvida alguma, para a ideia que temos desses tempos... a época do Peace & Love, dos hippies!


Os "Band of Horses" que farão a sua estreia em Portugal no dia 7 de Fevereiro do próximo ano, na aula Magna para apresentar o seu novo album "Infinite Arms", são uma banda indie rock, de Seattle, criada por Ben Bridwell (guitarra e voz) e por Mat Brooke (guitarra) em 2004.

Fotografias do "JB"

O dia de ontem acordou com nevoeiro e tempo instável! Parecia um dia como tantos outros na aldeia...o orvalho ainda caía do cimo das folhas. Peguei na minha pequena máquina, no suporte e fui para a mata à procura de uma foto. Encontrei algumas que hoje partilho neste "Conclave".

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

É certo que gosto de fazer pouco...

...mas não havia necessidade de me surgir esta
palavra na moderação de comentários... BDO

E depois da derrota...

... o "Menino da Lágrica"!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

120º Aniversário de Agatha Christie


Exagerado, eu acho!!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Mini Bus

video

De regresso...

Bom, deixo aqui um misto daquilo que ouvi e ouvi e ouvi e ouvi este Verão.. The XX e Florence + the machine...


quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Conto de Verão - Cap VI

Passadas 3 horas ao volante, a viagem tinha-se tornado de tal ordem enfadonha que, quando dei por mim a declamar, insconscientemente, o poema de Fernando Namora, a Terra...
Onde ficava o mundo?
Só pinhais, matos, charnecas e milho


para a fome dos olhos.
Para lá da serra, o azul de outra serra e outra serra ainda.
E o mar? E a cidade? E os Rios?
Caminhos de pedra, sulcados, curtos e estreitos,
onde chiam carros de bois e há poças de chuva.
Onde ficava o mundo?
Nem a alma sabia julgar.
Mas vieram engenheiros e máquinas estranhas.
Em cada dia o povo abraçava outro povo.
E hoje a terra é livre e fácil como o céu das aves:
a estrada branca e menina é uma serpente ondulada
e dela nasce a sede da fuga como as águas dum rio.


decidi, juntamente com a encantadores Juliana e Natalie, as minhas duas primeiras campanheiras de viagem, mudar a trajectória e rumar a uma qualquer praia da costa Portuguesa.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Conto de Verão-Capitulo V

Mas a experiência de acampar correu mal! Os individuos a quem tinha dado boleia não eram de todo das melhores companhias. Sim! pareciam simpáticos mas na realidade vieram a mostrarem-se ordinários com as miudas estrangeiras a quem eu já tinha dado boleia. Depois de resolvidos os conflitos que originaram, decidi novamente fazer-me à estrada e passar para as terras de nuestros hermanos.

Conto de Verão - Capítulo IV

Já de novo a caminho, pensei que o melhor sítio para sentir a verdadeira liberdade era o Gerês. Falei com as minhas companheiras de viagem e fomos em direcção ao Gerês. Pelo caminho, encontramos um grupo de amigos à beira da estrada com o carro avariado. Ao convite para se juntarem a nós, eles disseram que sim.
E lá continuamos a marcha até ao parque de campismo mais próximo. Por sorte os nossos novos amigos tinham uma grande tenda aonde pudemos descansar todos sem problemas de espaço.
E agora éramos 6, juntos, sem rumo, com a “pão de forma” a guiar-nos...

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Sandwiche de Frango (escondido)



Gerês - para mais tarde recordar

(Gerês 03-09-2010)

Passaporte Árabe

video

"Born to be wild"... um conto de verão!

Parei! Devido ao espírito livre e ao amor descomprometido, e por ainda hoje ser dos poucos, para além de outros, que faço questão que me acompanhe nas férias, baixei o volume da "trash", faixa musical dos Suede que casualmente tocava nessa altura.
Abri a porta da "pão de forma" e disse que não iria para tão longe, mas como rumava para norte talvez tivessem interesse em avançar mais um pouco, no seu percurso.
Olharam uma para a outra, e segundos volvidos, decidiram aceitar a boleia. Depois de colocadas as tralhas na bagageira e devidamente acomodadas, iniciei a marcha, fazendo subir novamente o som!
Sendo o silencio ensurdecedor das boleias a coisa que mais me incomoda, e depois destas me terem perguntado para onde iria, decidi fazer conversa, começando por lhes contar como tinha programado estas minhas férias, tipo "Born to be wild"...

domingo, 5 de setembro de 2010

Conto de Verão

Já na estrada em direcção a Chaves, logo à saída, avistei duas miúdas a pedir boleia, uma delas segurava um pedaço de cartão castanho onde tinha escrito a marcador preto "BARCELONA". Parei!

Conto de Verão (capitulo I)


Depois do meu ultimo dia de trabalho antes das férias, decidi, como de costume, oferecer a mim mesmo uma longa noite de copos com os amigos para afogar as longas e cansativas mágoas que fui acomulando durante o ultimo ano.
Como a coisa não correu bem (não me perguntem porquê, por que não sei explicar), no fim da noite, pela madrugada, num tasco desconhecido, um enorme conjunto de copos vazios permanecia na minha mesa à minha frente. Nesse momento, o seu esfumado néctar alcoólico estava a ser o responsável por obrigar a minha mente a traçar um prodigioso plano de última hora para as minhas férias.

Decidi que, irreversivelmente este ano, pegaria na minha nova Volkswagen "pão de forma" e vigiaria sem destino como um cavaleiro solitário, à descoberta de novos mundos e novos povos!

Como prometido, três horas e meia depois, antes que me arrependesse, com um saco de duas mudas de roupa, os meus cd´s preferidos e o cartão de crédito (bem recheado), encontrava-me na estrada, rumando ao incerto a partir de Braga, disposto a dar boleia a qualquer um durante o próximo mês...

Desafio!! Quem se atreve?



As férias já terminaram!

Na viagem de regresso, juntamente com as malas, vieram cenas caricatas vividas por nós ou por outros personagens que conhecemos, dignas de registo!

Como é habitual e fruto desta época, trouxemos também, paisagens e locais verdadeiramente inesqueciveis de serem descritas, pela sua beleza ou horror!

Assim, por povoarem as nossas mentes e se terem tornado já marcos importantes destas férias, desafio, aqui e agora, todos os que quiserem participar, que peguemos nestas frescas memórias e façamos um "conto de verão".

A proposta é a seguinte...


Um dos elementos deste conclave (por ex: eu!) inicia o conto; logo a seguir, outro, sempre que desejar, deverá dar seguimento ao que foi escrito, introduzindo obrigatóriamente novos elementos ao enredo (ex: novas personagens, locais, cenas caricatas, ou outros)... e assim sucessivamente.

Quantos mais elementos intervierem neste conto, mais rica se tornará esta nossa obra prima!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Restituir ao cinema a dignidade que este já teve!

João Botelho considera o seu mais recente trabalho, 'Um filme do desassossego' (a sua leitura cinematográfica sobre 'O livro do Desassossego', de Fernando Pessoa), como sendo "demasiado precioso para ser ouvido com coca-colas, pipocas e telemóveis em centros comerciais".
Por isso mesmo, decidiu que esta obra só seria exibida, durante os próximos meses, na rede de cine-teatros de todo país (20 salas).
Com estreia marcada para dia 29 no CCB em Lisboa, a película, seguirá para o Teatro Nacional de São João no Porto, entre 07 e 09 de Outubro, Arcos de Valdevez, Famalicão, Guimarães e Braga...


'Filme do desassossego' tem um longo elenco de actores, em pequenas participações, mas o actor Cláudio da Silva é o pilar do filme, interpretando o papel de Bernardo Soares, o ajudante de guarda-livros que, entre desabafos, lamentos e constatações, vai revelando os pensamentos fragmentados do seu desassossego.

O filme, cujo fio narrativo se concentra em três dias e três noites, conta ainda com Rita Blanco, Alexandra Lencastre, Miguel Guilherme, Catarina Wallenstein, Laura Soveral, Margarida Vilanova, Ricardo Aibéo e Manuel João Vieira, entre muitos outros.


Além da palavra, a música também assume um papel importante no filme, com a presença dos fadistas Ricardo Ribeiro e Carminho, de Lula Pena, de Caetano Veloso (com a audição de um tema inédito) e excertos de uma ópera que João Botelho encomendou a Eurico Carrapatoso. Ler tudo aqui

Assim é que se fala!

Um nome a ter em conta: I Blame Coco ... Confesso que ainda não sei bem se gosto ou não, no entanto, não tenho dúvidas de que esta menina fará (ainda mais) furor nos próximos tempos!

Coco Sumner, que na verdade se chama Eliot Pauline Styler Sumner, diz que quer marcar o seu próprio estilo, em vez de imitar o seu pai!

Como às vezes o código genético só aparece para retirar o mérito próprio, a um artista, a líder desta banda indie, I Blame Coco, filha de Sting, já veio dizer que "um dueto com ele é coisa que nunca acontecerá!!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Missão quase impossivel!

O piloto abrandou a velocidade e deixou baixar a rampa do Helicópero para a água inundar parcialmente o compartimento (uma manobra que exige muitissima concentração e precisão do piloto), enquanto aguarda que a Navy SEALs embarque na sua F470 Zodiac!

video

Extraído de um vídeo da U.S. Navy SEAL dentro de um helicóptero MH-47 Chinook